Hoje em dia vivemos numa sociedade pós-moderna que mudou alguns dos paradigmas sociais. O fim do mundo chega das maneiras mais inesperadas possíveis. Os grandes males da sociedade deixaram de ser, entre outros, a guerra e a fome e passaram a ser as coisas mais frívolas que essa mesma sociedade tem acesso. Damos mais importância ao excesso de bens materiais do que ao conforto de um abraço. Com isto verificamos que, às vezes, o cataclismo de uma pessoa está relacionado com soluções simples e, por vezes, as pessoas nem conseguem ter o discernimento de as procurar. Sendo parte dessa mesma sociedade, os finalistas do Curso Profissional de Artes do Espectáculo – Interpretação da Escola de Teatro do Colégio S. Teotónio juntaram-se à Trincheira Teatro, na sua versão DRA|MAT e mergulharam nesta sociedade “pós-moderna”, ampliando problemas que achamos ridículos e que hoje acontecem com a maior das naturalidades! Este espetáculo vive da imaginação que os atores propõem em cena, através de situações pouco prováveis, mas não impossíveis, que os levam numa viagem aos confins da problemática humana. Todas as decisões estão ancoradas ao pensamento destes 5 jovens que sempre tiveram algo a discutir sobre a nossa atual sociedade e todos eles se colocam num sítio onde os espetadores se sintam provocados e se relacionem com as situações abordadas.
———————–
“O GRANDE MIX DO APOCALIPSE”
Texto | Criação coletiva
Interpretação | Alexandre Cotrim, Ana Rita Marques, Bea Palaio, João Soares e Regina Gomes
Direção e Conceção | Hugo Inácio + Telmo Ferreira
Apoio à Direção | João Paiva
Cenário, Figurinos, Adereços e Caracterização | Criação coletiva
Luz, Som e Design Gráfico | Criação coletiva
Comunicação, Fotografias e Vídeo | Ana Francisca Marques e Bea Palaio
Produção | Trincheira Teatro\DRA|MAT 2018

Agradecimentos | Ana Francisca Marques, Colégio São Teotónio, CP – Comboios de Portugal, Ana Figueiredo (Flic-Flac), Alexandre Oliveira (Teatro Loucomotiva)

2 Próximas Datas